Anais do III Simpósio Nacional do Rádio

A Coordenação do III Simpósio Nacional do Rádio comunica aos autores(as)/expositores(as) que enviaram os textos para inclusão nos anais do evento, que a publicação destes deve acontecer até o fim desta semana, 17 a 21/12, conforme o andamento dos trabalhos.

A publicação e respectivo registro ISBN está sendo possibilitada a partir da predisposição da Editora do CCTA/UFPB, que acolheu a publicação e já providenciou o devido registro.

Agradecemos pela compreensão de tod@s.

Anúncios

Trabalhos selecionados III Simpósio Nacional do Rádio

CONCEIÇÃO DO COITÉ-BA – A Coordenação do III Simpósio Nacional do Rádio tem a satisfação de tornar pública a relação dos trabalhos selecionados para o III Simpósio Nacional do Rádio, a ser realizado de 04 a 06 de abril de 2018, na Universidade do Estado da Bahia, Campus XIV, Conceição do Coité.

Note-se que os trabalhos estão ordenados por dia de apresentação, a fim de que expositores(as) possam organizar suas exposições antecipadamente.

Todas as salas estarão equipadas com material para projeção e recurso de som, assim como acesso à internet. Entretanto, recomendamos a quem for apresentar trabalhos, fazer salvamento prévio.

Todos(as) autores(as) devem proceder com a efetivação da inscrição (preenchimento do formulário + pagamento da taxa) até o dia 15 de março.

TRABALHOS SELECIONADOS:

Data da apresentação: 05 de abril – quinta-feira (GTs ímpares):

 GT 01 – RÁDIO, CONVERGÊNCIA, CONSUMO E MERCADO

Literatura no rádio: um estudo das características do rádio hipermidiático no projeto “Leituras da Feira” de GáuchaZH

Júlia Saldanha Goulart (UFSM), Leandra Cruber Teixeira (UFSM) e Maicon Elias Kroth (UFSM).

La evolución de la radio AM en Internet: estudio de caso de una emisora uruguaya convergiendo a la hipermedialidad

María Laura Viera Grau (Uruguai)

BOM DIA, ZAPZAP! Rádio e Mídias Sociais: Interatividade e participação cidadã em dois programas no interior do Nordeste

Adriano Lopes Gomes (PPGEL/UFRN) e Ciro José Peixoto Pedroza (PPGEL/UFRN)

WEB RÁDIO UNEB/CAMPUS XIV- Coité /BA: Experimentalismo, Educação Online e Formação Docente

Pricilla Andrade (UNEB)

 

GT 03 – HISTÓRIA DO RÁDIO

História Da narração de futebol no rádio do Rio Grande do Sul

Ciro Augusto Francisconi Götz (PUC-RS)

Rádio: A Voz de Vargas

Elvis W. Santos (UNIP), Luciana Antunes (Unip), Renato Teixeira(UNIP) e Antônio Adami (UNIP)

A Revista do Rádio e as eleições de Getúlio Vargas à Presidência da República em 1950

Carla Montuori Fernandes (UNIP), Lúcia Moreira Dias (UNIP) e Márcio Bico (UNIP)

A tecnologia não perdoa: fim do Rádio AM… Mas o que continua a pulsar? Uma abordagem da Rádio Cabugi AM de Natal /RN

Hélcio Pacheco de Medeiros (RN)

O RÁDIO NO BRASIL: a história, as singularidades e a linguagem

Alana dos Santos Souza (Unime-BA).

A ouvidoria em rádios brasileiras: mapeamento das experiências de ombudsman em canais públicos e privados

Diana de Azeredo (Posjor/UFSC)

A História Oral Enquanto Ferramenta de Resgate da História do Rádio em Cachoeira

Marizangela Maria de Sá (PPGCOM/UFRB)

 

GT 05 – RÁDIO, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA

Rádio Comunitária na Construção de uma Cidadania Educativa

Ismar Capistrano Costa Filho (UFC)

Observatório da Rádio Comunitária Santaluz FM

Eude da Silva Costa (UNEB), Tatiane Yasmin Lima De Moura (UNEB) e Paulo Rogério Costa de Oliveira (UNEB

Rádio na Real: uma ferramenta educomunicativa para o fortalecimento dos direitos humanos na web

Andrea de Lima Trigueiro de Amorim (UNICAP) e Jefte Fernando de Amorim Barbosa (FPS).

Rádio Dinâmica FM, o dinamismo no ar transmitindo o melhor da música 24hs

Eugenia Santos Santiago (UNEB) e Paulo Rogério Costa de Oliveira (UNEB)

Políticas públicas de comunicação e a construção da memória social de Belém: análise da Feira do Som da Rádio Cultura FM

Jússia Carvalho Ventura (UFPA)

Rádio no território do sisal como ferramenta colaborativa nos Grupos de Experiência sobre Educação Escolar Quilombola.

Grazielle Barbosa Silva (UNEB) e Iris Verena Oliveira (UNEB).

Rádio Comunitária Santa Luz FM: Um ser Comunitário pela Inclusão da Cidadania

Edisvânio do Nascimento Pereira (UNEB)

 

Data de apresentação: 06 de abril – sexta-feira (GTs pares)

GT 02 – RÁDIO E JORNALISMO

Luta Livre e Radiojornalismo Americano: O Início do Ápice

Carlos Cesar Domingos Do Amaral (SP)

Rádio para ouvir e assistir: as experiências das rádios Gaúcha e Jovem Pan no Facebook

Caroline Barbosa Rangel (Unicap) e Cláudio Roberto de Araújo Bezerra (Unicap)

Linha Aberta: Diálogo e Interatividade na Construção do Imaginário, Cultura e Entretenimento Radiofônico

Leandro Oliveira (Unasp FM)

O Rádio Público e a cobertura das Paraolimpíadas RIO-2016 – O Caso da Voz do Brasil e a Resenha Paralímpica

Guilherme Gonçales Longo (UFSC) e Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC)

A Comunicação Pública no Jornal da Educação, da Rádio Universitária FM da Universidade Federal do Ceará

Cristiane Maria Sales Pimentel (UFC)

Alô, alô, ouvintes internautas! Informações jornalísticas apresentadas nos sites das rádios maranhenses

Nayane Cristina Rodrigues de Brito (UFSC) e Valci Regina Mousquer Zuculoto (UFSC)

Sensacionalismo no jornalismo: um olhar sobre o programa Chumbo Grosso da Rádio Sisal FM de Conceição do Coité

Darli Lima (UNEB) e Paulo Rogério Costa de Oliveira (UNEB)

Quem faz a notícia? Observações sobre o perfil dos profissionais do rádio no Sul da Bahia

Eliana Cristina Paula Tenório de Albuquerque (UESC)

 

 GT 04 – ENSINO DE RÁDIO

A Rádio Escolar na mediação dos saberes

Sebastião Faustino Pereira Filho (UFRN)

Experimentando o público – ensino e prática de Radiodifusão Públicas em universidades baianas

Raisa Gomes Rodrigues de Andrade (UFBA)

De normas técnicas e novas técnicas: ensino-aprendizagem em rádio no ambiente universitário

Paulo Rogério Costa de Oliveira (UNEB)

Gênero dramático e linguagem radiofônica: um estudo sobre os desafios da produção do radioteatro

Maria Inês Amarante (UNILA)

 

 GT 06 – RÁDIO, GÊNERO E DIVERSIDADE

Reflexões sobre o rádio catarinense no processo de migração do AM para o FM

Karina Woehl de Farias (POSJOR/UFSC), Beatriz Hammes Clasen (POSJOR/UFSC) e Valci Regina Mousquer Zuculoto (POSJOR/UFSC).

A história das mulheres no rádio catarinense: perfil e contribuições da radialista Kátia Broleis

Ediane Teles de Mattos (POSJOR/UFSC), Juliana Gobbi Betti (POSJOR/UFSC) e Karina Woehl de Farias (POSJOR/UFSC)

Programa vozes Mulheres-Ecos de Questões de Gênero, Sexualidade e Etnico-Racial no Rádio

Joanna Carolina Alcântara dos Santos (UNEB) e Zuleide Paiva da Silva (UNEB)

A participação feminina na produção jornalística opinativa e especializada no rádio brasileiro

Juliana Gobbi Betti (POSJOR/UFSC), Melina de la Barrera Ayres (POSJOR/UFSC) e Eduardo Meditsch (POSJOR/UFSC).

Informações sobre transporte e hospedagem

A Coordenação do III Simpósio Nacional do Rádio disponibiliza as seguintes informações referentes a transporte e hospedagem durante o evento.

TRANSPORTE:

Translado cortesia: como forma de promover maior conforto e tranquilidade aos participantes inscritos no evento, a Coordenação do III Simpósio Nacional do Rádio oferece, como cortesia, um ônibus para o transporte no trecho Salvador – Conceição do Coité – Salvador.

Data da saída: 04 de abril/2018

Local de saída: Aeroporto Internacional de Salvador

Hora de saída: 13h50

Contato via whatsApp: (98) 988809528

Recomendamos que os interessados em usufruir o traslado estejam em solo de Salvador  no dia 04/04, até 13h, a fim de evitar atrasos ou desencontros.

Retorno: dia 07/04, às 08h, a partir dos hotéis de Conceição do Coité até o Aeroporto Internacional de Salvador

Ônibus de linha regular: a cidade de Conceição do Coité é relativamente bem servida, no que tange à quantidade de viagens, uma vez que há ônibus saindo de diversas cidades, seguindo para Coité.

De Salvador/BA e Feira de Santana/BA a Conceição do Coité, há vários ônibus diariamente da empresa São Matheus, a partir das 04h15 da manhã, até 16h15. O intervalo entre os ônibus é de aproximadamente 30 minutos. Preço médio da tarifa: R$ 43,00

Esses mesmos ônibus podem ser pegos em Serrinha e Riachão do Jacuípe, que distam 36 km de Conceição do Coité.

De Petrolina/PE e Juazeiro/BA a Conceição do Coité, há uma viagem diária da empresa Santo Antônio, que sai da Rodoviária de Juazeiro às 08h. Preço médio da tarifa: R$ 78,00

De São Paulo/SP a Conceição do Coité, há uma linha São Paulo – Monte Santo/BA, da empresa Gontijo, que sai às sextas-feiras. Preço médio da tarifa: R$ 414,00

Ônibus de Conceição do Coité para Feira de Santana/Salvador: saídas diárias a partir das 04h55, com intervalos de 45 minutos. Não há necessidade de comprar passagem antecipada.

Ônibus de Conceição do Coité para Juazeiro: saída diária única às 6h30. Não há necessidade de comprar passagem antecipada.

HOSPEDAGEM

Conceição do Coité têm várias opções, todas bem acessíveis, de hotéis e pousadas. De maneira geral, os eventos da Uneb recomendam hospedagens nos seguintes estabelecimentos:

Pousada do Sisal, no centro da cidade e a mais utilizada pela Uneb. Há estacionamento, recepção 24 horas, wi-fi, café da manhã incluso na diária e está próxima de todo o comércio e de restaurantes da cidade. Contato: (75) 3262 2228

Coité Plaza Hotel, no centro da cidade. Próximo ao Centro Cultural Ana Rios de Araújo, Budega Cultural e estabelecimentos de entretenimento e bancos. Tem recepção 24 horas, wi-fi e café da manhã incluso na diária. Contato: (75) 3262 2057

Pousada e Churrascaria São João. Mais distante do centro da cidade e da Uneb. A melhor opção para quem deseja realizar as refeições no próprio local, já que possui uma das mais concorridas churrascarias da cidade. Tem recepção 24h, Wi-fi e café da manhã incluído na diária.

Pousada Coité (Do gringo), no bairro Madureira. Embora não esteja exatamente no centro, tem os mesmos custos de transporte dos demais, embora tenha menos movimento e comércio por perto. Contato: (75) 3262 3268

Informações sobre deslocamentos na cidade estarão disponíveis no material de credenciamento. Entretanto, adiantamos que os táxis custam em média R$ 15,00.

Dúvidas: simposioradio2018@gmail.com